quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Pistoleiros executam três pessoas em menos de 10 horas em Capitan Bado

Uma das vitimas teria sido morto por engano

Nelida Beatriz

Hugo Martinez, morto por engano
Foto: Facebook
Na final de tarde de ontem (16) foram executados duas pessoas identificadas por Aníbal Acosta Roa de 23 anos, residente de Capitan Bado e Hugo Saul Rodriguez Martines, engenheiro agrônomo de 28 anos, residente de Pedro Juan Caballero, os dois estavam em uma pastelaria enquanto dois sujeitos chegaram a bordo de uma motocicleta escura e disparam com uma arma 9mm contra as vitimas, após cometerem o crime fugiram para o território brasileiro.

Segundo testemunhas, Aníbal era o único alvo dos pistoleiros, mas durante o ataque acabaram acertando Hugo, que estaria só de passagem pelo local e teria parado com os colegas de trabalho para fazer um lanche e continuar viagem. Os dois foram socorridos e levados para um posto de saúde próximo, mas não resistiram aos ferimentos e acabaram falecendo no caminho.

Já na manhã desta quinta feira por volta das 7h, uma mulher que havia saído para comprar leite foi abordada também por duas pessoas de motocicleta escura. A vitima identificada como Margarita Beatriz Villalba de 56 anos era moradora da colônia Mariscal Lopes, e foi atingida por vários disparos de arma calibre 9mm e morreu no local.

Essa é a terceira pessoa executada em menos de 10 horas na cidade de Capitan Bado fronteira de Coronel Sapucaia, até o momento ninguém foi preso por nenhum dos crimes.

A Polícia Nacional está investigando os crimes. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário