sexta-feira, 31 de março de 2017

Procurado pela justiça de Rondônia é preso no Paraguai

Acusado teria fugido para a fronteira após ser preso e ter escapado


Nelida Beatriz

Foto: Porã News
Após investigações em ação conjunta entre a polícia civil e a polícia nacional paraguaia, na tarde ontem foi feita uma busca minuciosa na fronteira entre a cidade de Pedro Juan Caballero e Ponta Porã, atrás de foragidos brasileiros que estariam morando na região da divisa.

Nesta operação foi capturado Ariesteu Silveira de 69 anos, o mesmo é procurado pela justiça de Rondônia, onde cometeu o crime de homicídio no ano de 2009, onde teria matado um pedreiro a facadas dentro de um inquilinato, na cidade de Vilhena.

Após o crime o suspeito foi preso, e logo depois teria fugido vindo morar na fronteira, o mesmo foi encontrado após a operação coordenada pelo delegado Patrick Linares e investigadores do segundo DP.


A Argentina aprova o uso medicinal da maconha

A câmara de senadores da Argentina aprovou na tarde de ontem (30) a lei que regulariza o uso medicinal da maconha

Nelida Beatriz

Foto: Internet
O projeto que permite o uso medicinal da maconha foi aberto em novembro do ano passado para ser votado no senado permitindo a importação, até que o estado tenha condições de produzi-la.

Aprovado com 58 votos, o projeto partiu da ONG “Mamá Cultiva” cujas integrantes são mães de crianças que precisam do óleo derivado da cannabis para continuar tratamentos médicos, cujos medicamentos derivados de outras substâncias químicas não resultam efeitos.

A Argentina não autoriza o cultivo da maconha e importará de outros países da América Latina, como Uruguai, Colômbia e Chile, países onde existe regulamentação para cultivo da cannabis.

quinta-feira, 30 de março de 2017

Registro de piraputangas em Jardim conquista segundo lugar em prêmio nacional

De autoria do biólogo e professor da Uniderp, José Sabino, imagem foi feita durante os trabalhos de pesquisa do Projeto Peixes de Bonito

Ascom Uniderp

Foto premiada do Professor José Sabino
O registro de piraputangas se alimentando de pequenos figos silvestres da mata ciliar do rio Olho d´Água, em Jardim, a 236 km de Campo Grande, foi um dos vencedores no VI Prêmio de Fotografia - Ciência e Arte, promovido pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Intitulada Café da manhã com frutos, a imagem conquistou o segundo lugar na categoria Imagens produzidas por câmeras fotográficas e competiu entre 143 trabalhos pré-selecionados e avaliados por uma comissão de especialistas, considerando critérios como impacto visual, inovação, relevância da imagem para a pesquisa, contribuição para a popularização, divulgação científica e tecnológica, e qualidade estética.

De autoria do biólogo e professor nos programas de mestrado e doutorado em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional da Uniderp, José Sabino, o registro foi feito com equipamentos para fotografia subaquática em um dos locais de estudo do Projeto Peixes de Bonito, considerado também um dos passeios mais visitados da Serra da Bodoquena. O profissional utiliza há muitos anos a fotografia de natureza como ferramenta para a educação ambiental e compreensão da biodiversidade brasileira, comprovando que a captura de uma imagem vai muito além da finalidade artística. “Além de mostrar relações ecológicas, esta fotografia dá visibilidade a um grupo animal percebido pela maioria das pessoas apenas como alimento. Para a ciência, os seres representam muito mais: são um testemunho contundente de que peixes são provedores de serviços culturais, de inspiração estética e de fonte de lazer”, explica o docente da Unirdep.

O projeto Peixes de Bonito possui reconhecimento internacional pela produção de pesquisas sobre ecologia e comportamento de peixes, promovendo a conservação da biodiversidade e o uso sustentável dos rios do Planalto da Bodoquena há mais de 15 anos.

Especialistas falam sobre os cuidados necessários para que os internautas evitem problemas com as redes sociais

A queda no preço dos computadores e a redução do custo do acesso à internet são alguns dos fatores da crescente entrada de brasileiros no mundo virtual

Lene Fernandes

Foto: Internet
Uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (IBOPE) mostrou que existem mais de 70 milhões de internautas no país. É muito grande o sucesso dos sites de relacionamentos como Facebook e Twitter, onde os principais representantes dessa categoria estão no Brasil.

Por meio desses sites é possível trocar informações com pessoas de todo o mundo, porém é preciso tomar cuidado no ambiente social e cibernético, pois a facilidade de compartilhar informações trouxe consigo uma série de inconvenientes com os quais os usuários precisam aprender a lidar.

Um deles é o perigo do compartilhamento e exposição de informações pessoais, tendo como exemplo o facebook, que hoje é considerada a rede social de maior sucesso no mundo. Nele uma pessoa pode ter até 5.000 mil “amigos”, que na maioria são apenas “conhecidos”, o grande problema é que qualquer informação ali compartilhada podem ser vistas não apenas por seus amigos, mas também pelos amigos de seus amigos e assim por diante, sendo impossível prever o seu alcance.

Mesmo que o usuário opte por manter seus dados em sigilo, ele pode ser surpreendido pela divulgação de suas informações pessoais devido às falhas sistêmicas de segurança.

Sobre isso o advogado Guilherme Rocha, que é especialista em direito digital e Segurança da Informação, afirma que todo cuidado é necessário, pois essas falhas de segurança podem levar ao vazamento de informações importantes. “As informações dos usuários talvez estejam sendo compartilhadas ou vendidas a terceiros pela própria rede social. Às vezes, é interessante a pessoa efetuar uma busca na web para saber se estão usando indevidamente seu nome”, diz Guilherme.

Quando o assunto é crianças em redes sociais os cuidados precisam ser redobrados, de acordo com pesquisas feitas pela SaferNet Brasil, uma associação civil que combate crimes e violações aos Direitos Humanos na internet, 75% das crianças e adolescentes de 10 a 15 anos usam a internet e 27% das crianças com idades entre 5 e 9 anos  já tem contato com a rede.

Segundo a psicóloga Cristiane Lessa, a participação dessas crianças em atividades virtuais deve ser acompanhada pelos pais. Para ela tanto a internet, quanto as redes sociais devem ser usadas dentro de alguns limites e os responsáveis precisam estar atentos pelos conteúdos acessados pelos filhos, sabendo com quem eles conversam nas redes sociais. “Os pais devem mostrar aos filhos que o mundo não se resume só em computador”, ressalta Cristiane.

A jornalista e escritora Pollyana Ferrari alerta ainda para uma questão muito importante envolvendo redes sociais, o seu futuro profissional. “Hoje, quando alguém participa de um processo seletivo, a primeira coisa que uma empresa faz é pesquisar o seu nome no site de buscas Google, assim uma pessoa pode ser eliminada de um processo seletivo, apenas pelas informações colocadas nos perfis nas redes sociais”, afirma Ferrari.



quarta-feira, 29 de março de 2017

Bipolaridade, esquizofrenia, dependência de álcool e drogas estão entre os principais motivos de suicídio no Brasil

Isolamento social, perda de prazer pela vida e tristeza profunda estão entre os sinais de alerta

Lene Fernandes

Segundo a OMS (organização mundial de saúde), 121 milhões de pessoas sofrem de depressão, dessas pessoas 15% cometem suicídios, o suicídio é uma complicação de casos graves de depressão, mas nem todo depressivo tem pensamento suicida.

 Estima-se que 1 milhão de pessoas morram dessa forma em nosso país e no mundo são cerca de 3.000 pessoas que comentem suicídio por dia, ou seja, a cada 30 segundos uma pessoa se mata.
Transtornos mentais como: Bipolaridade, esquizofrenia e dependência de álcool e drogas psicoativas também são importantes fatores de risco. Por isso, para evitar que os suicídios ocorram é necessário atenção e tratamento às doenças mentais, principalmente a depressão.

 Sendo a terceira causa de mortes entre os jovens, ainda de acordo com a OMS, os casos estão sendo negligenciados e podem chegar a 24 suicídios por dia, sendo que o número de tentativas é 20 vezes maior do que o número de mortes, ficando atrás somente de acidentes e homicídios. “As taxas sempre foram maiores na terceira idade. Hoje a gente observa que, entre os jovens, elas sobem assustadoramente”, afirma a psiquiatra Alexandrina Meleiro.

Para a Drª Ana Luiza Galvão, quando a preocupação a respeito de um risco de suicídio ocorrer, a pessoa deve ser encaminhada a uma avaliação psiquiátrica, em emergências e em locais que trabalhem com psiquiatria, dessa forma ela será  avaliada adequadamente e poderá iniciar o tratamento.

No Brasil temos vários Centros de ajuda especializada em suicídio, esses centros oferecem tratamentos para pessoas com transtornos mentais e pensamentos suicidas com ajuda diferenciada, entre eles estão o CDM, CAPS, e Grace. Para as pessoas com dificuldades em buscar ajuda, ou precisam apenas de uma ajuda profissional, elas podem contar com o apoio emocional e prevenção ao suicídio através do centro de valorização á vida o (CVV), que oferece ajuda à distância através de chat, internet, telefone, skype e e-mail. O atendimento é feito por voluntários, através do número 141, sem custo algum.

Morador de Maracajú cai em golpe de venda de caminhonete via internet

Golpista teria bloqueado a vitima no WhatsApp após pedido de recibo

Nelida Beatriz

Foto: Ponta Porã Informa
Um homem de 37 anos denunciou a policia da cidade Maracajú, que caiu em um golpe após tentar comprar caminhonete da marca Toyota Hillux 2.8
O mesmo declarou que há tempos vem procurando um carro pra comprar via internet, e se deparou com essa caminhonete num valor agradável, no entanto o veiculo estava em Salvador – Bahia.

Após contato com o vendedor via telefone, o golpista pediu o valor de R$ 1,5 mil para reserva do veiculo.

No dia seguinte, o mesmo pediu mais R$ 6,5 mil para trazê-lo até o estado de Mato Grosso do Sul, a vítima teria pedido recibo via WhatsApp, mas o golpista o teria bloqueado, foi aí que o comprador percebeu que caiu em um golpe e procurou a polícia.
O caso está sendo investigado.

Mulher é atropelada por caminhão na fronteira

Marido da vitima sofreu apenas escoriações

Nelida Beatriz

Foto:  Amambay Notícias
Na tarde de ontem (28) por volta das 16h30min uma mulher foi morta após caminhão tentar fazer ultrapassagem, a mesma estava a bordo de uma motocicleta juntamente com o seu marido fazendo trajeto linha internacional Brasil e Paraguai na fronteira de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero.

Segundo os policiais que atenderam a ocorrência, o casal seguia de moto para ver um terreno próximo a construção do novo prédio da faculdade Pacífico, quando um caminhão da marca Mercedes Benz, placas AFK 229, conduzido por Isidoro Romero de 62 anos, tentou ultrapassar a moto, e teria encostado no condutor que perdeu o controle da motocicleta ocasionando a queda do casal. O caminhão acabou atropelando Orlanda Ferreira Netto de Gonzalez, de 52 anos que morreu de forma instantânea.

Tomas Gonzalez de 60 anos, marido da vitima apenas sofreu alguns arranhões durante a queda, foi encaminhado para o hospital, mas após atendimento médico foi liberado
O motorista do caminhão foi detido pela policia para prestar esclarecimentos.

União do bem modifica vidas com esporte

Projeto que oferece a luta Jiu- jitsu como uma maneira de afastar das drogas e prostituição

Janaine Mendes

Foto: Acervo Pessoal
Esporte modifica vidas, a vontade de vencer e de transformar o futuro tem fortalecido cada vez mais as pessoas. Para afastar crianças e jovens das drogas e prostituição, a primeira Igreja Batista iniciou no ano de 2007 uma ação em resgate e proteção dessas crianças.

O Jiu-jitsu que era algo comum na vida do Pastor Rafael Fogaça. Ele ofereceu o esporte como auxílio na recuperação da autoestima e caráter, e começou a ministrar aulas no ambiente da Igreja. A auto defesa se enquadra perfeitamente nas habilidades englobadas pelo Jiu-jitsu, assim como João Santos que está desde janeiro de 2008 no projeto, e tem o apoio da família, diz que tudo mudou o posicionamento diante da sociedade, respeito a todos e reforça que as pessoas são capazes de realizar qualquer sonho, basta crer.

Foto: Acervo Pessoal
O projeto até então era atender algumas crianças, mas com a evolução formou-se uma equipe com seis faixa-pretas, com medalhas em vários campeonatos, diz o Mestre faixa-Preta Áureo Machado, “me senti muito satisfeito com o trabalho, famílias vem agradecer e com isso atingimos várias crianças modificando o futuro deles.”

Hoje o Centro de Treinamento Nova Pátria está localizado na Rua João Pessoa, 490 Monte Castelo, e não possuem nenhuma ajuda do governo apenas união de pessoas nesta corrente do bem.







terça-feira, 28 de março de 2017

Sonhar e não desistir: planeje desde a infância

Alunos que tem a possibilidade de fazer intercâmbio podem ter melhores condições de trabalho 

Elaine Silva

Foto:Rafael Reina, Arquivo Pessoal
A oportunidade de viajar para estudar no exterior é uma chance única, e foi o “Ciência Sem Fronteira”, até um ano atrás, que possibilitou a oportunidade de Rafael Reina, 24 anos, acadêmico de engenharia civil de conhecer outras culturas, trabalhar e estudar. Nascido na cidade de São Paulo, Rafael realizou o sonho de ir para o exterior em 2014, por meio do programa, que infelizmente acabou em 2015.  

“Eu sempre tive a vontade de ir para o Canadá, mas não tinha condições, até que conheci o programa por meio do meu primo e resolvi me escrever, sendo aproximadamente nove meses para passar por todas as etapas”, afirma Reina.

Porém, como nem tudo são flores as matérias que ele cursou não puderam ser usadas, mas conhecimento está sendo aplicado na sua vida acadêmica. Quem pensa que os estrangeiros não aceitam muito bem os brasileiros estão enganados, pelo menos no Canadá, as pessoas acolhem muito bem os imigrantes de diversos países. É um lugar onde se pode conhecer pessoas de diversas regiões.
Foto: Arquivo Pessoal

“Foi com certeza a melhor experiência da minha vida, não tenho palavras para descrever. A minha visão do mundo mudou, encaro as coisas de forma diferente, e com certeza, o que ficou na vontade é poder voltar lá o quanto antes”, afirma Rafael.

Quando o programa funcionava, eles davam a bolsa, por volta de US$ 1.500 por mês, mas infelizmente acabou. Aos estudantes que querem ir para o exterior saibam que é muito mais do que curtição. É a certeza de que o conhecimento que você adquire pode ser aplicado de forma indireta, e assim como Rafael corra atrás de seus sonhos, e para quem tem a certeza do que deseja, não deixe o futuro para depois. No mercado de trabalho um intercâmbio pode valer muito na vida acadêmica.

Operação antidrogas tira de circulação quadrilha que traficava da fronteira com p Paraguai até a Argentina

Aeronaves eram escondidas em área de produção agrícola 

Nelida Beatriz

Foto: La voz Del Amambay
A informação veio em primeira mão pelo portal argentino “Todo Noticias”, onde relata que após a operação antidrogas denominada “El señor de los cielos” (senhor dos céus) em português, foram interceptadas onze pessoas, sendo sete paraguaios naturais de Pedro Juan Caballero, fronteira com Ponta Porã.

Os acusados foram apreendidos com 500 kg de maconha. Eles faziam o transporte de drogas em aviões de pequeno porte, desde a fronteira com o Paraguai, até a região de Buenos Aires.
Os mesmos foram identificados como o piloto Rafael Carballo Ferreri, Altinier Cabral Ibarra, Celvio Venialgo, Arnaldo Rojas, Vicentina Efigenia, Zagaz Carballo e Cicinio Benitez Benitez, segundo as fontes argentinas, todos eles teriam residência no país há muitos anos.

Para despistar autoridades as aeronaves eram escondidas numa área agrícola da cidade de Navarro localizada a 100 km da capital Argentina.

Corpo carbonizado é encontrado dentro de poço em São Gabriel do Oeste

Após crime, autor teria envolvido corpo com colchão e ateado fogo

Nelida Beatriz

Foto: Site Coxim Agora
No fim de tarde de ontem (27) o corpo de um homem foi encontrado carbonizado, dentro de um poço desativado no distrito de Ponte Vermelha, na cidade de São Gabriel do Oeste. Segundo a Polícia Civil, o  que levou ao crime foi um desentendimento entre funcionários de fazenda.

Após cometer o homicídio, autor envolveu a vítima em um colchão, jogou no poço e ateou fogo. A policia ainda está investigando o caso. O Corpo foi encaminhado para o IML (Instituto Medico Legal) da cidade de Coxim para fazer a identificação da vitima. 

Médicos afirmam, Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) pode ser provocado por sentimentos como angústia e ansiedade

Segundo especialistas pessoas que não conseguem lidar com seus sentimentos podem vir a desenvolver o TOC 

Lene Fernandes

O que parecia ser uma simples vontade de arrumar algo que estivesse fora do lugar começou a tomar proporções cada vez maiores na vida da auxiliar de escritório Silvia Rizzuto, 39 anos. Ela conta que desde a adolescência, se não colocasse determinada coisa em lugar apropriado, passava o dia inteiro pensando sobre isso, mas somente aos 31 anos recebeu o diagnóstico informando que ela havia desenvolvido um transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), logo em seguida Silvia iniciou o tratamento.

Para muitas pessoas que desconhecem a seriedade do assunto o TOC é tratado como “mania”, elas acreditam que somente com uma mudança de pensamentos esse problema será resolvido. “O TOC é uma doença e não uma frescura como muitos pensam”, declara a auxiliar de escritório.
Basicamente, uma pessoa que tem TOC tem comportamentos considerados estranhos para a sociedade. Suas principais características são “rituais” de difícil controle, que estão ligados à saúde, higiene, organização, simetria ou perfeição.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a compulsão é considerada o quarto diagnóstico psiquiátrico mais frequente, e até 2020, os transtornos relacionados à compulsão vão estar entre as dez causas mais importantes de comprometimento por doença.
A terapeuta cognitiva Patricia Aguiar, 42 anos, afirma que para que uma pessoa possa ser diagnosticada como portadora de alguma compulsão, é necessário apresentar intensidade nos sintomas, acompanhados de desconforto que interfiram em suas rotinas diárias. “O que diferencia os compulsivos é que isso acontece frequente e incontrolavelmente”.

Diz também que por meio de exames como tomografias computadorizadas é possível identificar o aumento de atividades cerebrais em duas regiões do cérebro dos compulsivos, comparadas com alguém que não apresente o problema. Para Patricia, o comportamento compulsivo é afetado diretamente pelo nível de ansiedade, e somente recua quando há a execução dos atos compulsivos. “Se por alguma razão a pessoa se sente limitada ou impedida de conduzir seus comportamentos compulsivos, sua ansiedade chega a níveis insuportáveis”, comenta.

Para o psicólogo José Oliveira, 65 anos, uma pessoa pode se tornar compulsiva quando não consegue lidar, de forma apropriada, com seus sentimentos, necessidades, desejos e frustações, ela apresenta angústia ou ansiedade, então ela executa voluntariamente o comportamento compulsivo, consciente, repetitivo e automatizado, a fim de reduzir seu mal estar.

segunda-feira, 27 de março de 2017

Alimentar-se bem é o trabalho mais difícil dos universitários da Uniderp

Por conta da vida agitada, muitos estudantes optam por comer rápido e mal para dar mais tempo aos afazeres


Caio Tumelero, Suellen Lands e Sabrina Martins

Estamos propensos ao corre-corre do dia a dia, onde, às vezes, somos obrigados “a dar conta” de vários afazeres para poder suprir as necessidades de nossos trabalhos e estudos. Por conta disso, deixamos coisas importantes de lado, e uma delas é a alimentação saudável. Comer rápido nos ajuda a otimizar ainda mais nosso tempo. De certa forma, isso é bom para o desenvolvimento de nossas tarefas, entretanto, é péssimo para nossa saúde.

Uma má alimentação deixa-nos expostos a inúmeros problemas de saúde como: hipertensão, colesterol e diabetes, que podem desencadear doenças mais graves, é o que nos conta a nutricionista Ana Paula Paiva. Além de todos esses problemas, também deve ser ressaltado o risco da obesidade, pois, segundo ela, “A obesidade não é só o excesso de peso, mas o aumento do percentual de gordura corporal, que é causado tanto pela má alimentação, quanto pelo sedentarismo”, disse.

Mesmo sabendo disso, por conta da falta tempo, muitos estudantes ainda optam por comidas rápidas e nada saudáveis. Esse é o caso da acadêmica de Direito, Isabella Bonini, que gasta em média 30 reais por semana com os lanches e refrigerantes disponíveis nas inúmeras cantinas da Uniderp. Mesmo sabendo que as lanchonetes disponibilizam lanches naturais com os mesmos valores dos salgados, ela deu ênfase, dizendo: “Eu gosto de salgado”.

Já para Pâmela Gomes, acadêmica de Administração, “Comer na rua faz mal para a saúde, mas principalmente para o meu bolso”, brinca. Ela conta que a atual rotina de sair do trabalho e ir direto para a faculdade, à força a comer rápido e mal. Quando não tinha essa rotina tão agitada, ela mesma preparava seus lanches e sucos naturais e trazia de casa.

Entretanto, Ana Paula nos explica que ter uma vida agitada não é desculpa para ter uma alimentação desbalanceada. A dica dela é carregar sempre na bolsa ou na mochila frutas e castanhas, “Pois são boas fontes de carboidratos, fibras, vitaminas e minerais, que nos auxiliam no fornecimento de energia para estudar, trabalhar, manter bons níveis sanguíneos de colesterol e triglicerídeos, o bom funcionamento dos órgãos e melhora da memória, que é muito importante para nós acadêmicos”. 


Focando na modernidade, Hospital oferece tratamento para viciados em tecnologia

Entre os viciados tecnológicos estão jovens, adolescentes e até mesmo pais de adolescentes

Lene Fernandes

Em casa, no trabalho, no transporte coletivo e até mesmo nas escolas a cena é mesma, em um hábito aparentemente inofensivo, pessoas que olham fixamente para seus celulares, muitas chegam até mesmo a perder a noção do tempo e espaço, estamos falando de uma doença da modernidade chamada dependência tecnológica.

O assunto é tão sério que há alguns anos o Setor de psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo já oferece tratamento de desintoxicação a esses viciados tecnológicos. De acordo com a psicóloga Sylvia Enck, diversas pessoas procuram o Instituto, porém a maioria não permanece no tratamento durante o tempo necessário. “Já atendemos cerca de 180 indivíduos entre jovens, adolescentes e pais”, comenta.

Para ela os sintomas de dependência estão na maioria dos casos entre os adolescentes, que costumam demostrar irritabilidade e variação de humor quando são obrigados a ficar sem o acesso a internet, nesse caso é necessário alerta, pois esses já são sintomas de dependência.

Simone Andrade é cozinheira tem um filho de 13 anos, que embora não tenha sido diagnosticado como viciado em tecnologia passa a maior parte do dia conectado, “ele costuma ter atitudes agressivas quando precisa desligar o computador”, relata Simone.

Para os especialistas no assunto, o primeiro sinal de compulsão por tecnologia é quando o indivíduo abandona as suas atividades de rotina para atender somente às necessidades virtuais.

Diferente dos processos de desintoxicação que o foco é a abstinência, o tratamento para a dependência tecnológica leva o paciente ao uso equilibrado das ferramentas tecnológicas, mas isso sem retirá-lo totalmente do mundo virtual, comenta a terapeuta Denise Cherniauskas, que possui uma bagagem de 17 anos no tratamento de compulsão, alcoolismo e drogas. Para a especialista, a dependência é algo grave que jamais deve ser minimizado.

quinta-feira, 23 de março de 2017

Incêndio em loja de materiais de construção da fronteira assusta moradores

Bombeiros de Ponta Porã foram acionados para ajudar a combater o fogo

Nelida Beatriz

Foto: Ponta Porã Informa
Na noite de ontem (22) por volta das 20h50min uma loja de materiais de construção da cidade de Pedro Juan Caballero foi tomada pelas chamas. O fogo teria criado grandes proporções e atingiu partes de duas casas vizinhas ao local.

Bombeiros voluntários da cidade atenderam a ocorrência, no entanto não tiveram controle do fogo, sendo assim pediram ajuda para bombeiros de Ponta Porã que se deslocaram até a cidade Paraguaia dando apoio controlando as chamas.

Moradores da região divulgaram vídeos e fotos durante o incêndio mostrando preocupação

quarta-feira, 22 de março de 2017

Exército Brasileiro fica alerta com crimes ligados à fronteira

As forças do Exército Brasileiro em Ponta Porã fazem patrulhamento na linha internacional que liga Brasil e Paraguai

Nelida Beatriz

Após serem encontradas partes do corpo de Américo Ramirez Chavez, em pedaços dentro de sacos de lixos na região próxima ao aeroporto internacional de Ponta Porã, as autoridades brasileiras estão em alerta juntamente com o apoio das forças armadas do exército.

Há suspeitas de que o crime tenha ligação com a morte do irmão de Jarvis Pavão, no entanto até o momento só há suspeitas de que a vítima tenha envolvimento com o assassinato de Ronny Chimenes Pavão, morto no último 14 de março.


Mais uma execução acontece em pleno centro de Pedro Juan Caballero

Existem suspeitas que as duas mortes ocorridas em menos de 24 horas tenham ligação

Nelida Beatriz

Foto: La Voz del Amambay
Horas depois de partes de um corpo serem encontradas em sacos de lixo nesta quarta-feira (22) na cidade de Ponta Porã, há pouco, outra vitima foi alvo de pistoleiros na cidade de Pedro Juan Caballero.

Identificado como Pedro Alcides Ortiz, o paraguaio de 37 anos foi alvejado com vários disparos de arma de fogo calibre 9mm enquanto transitava no centro da cidade. Ele estava a bordo de uma caminhonete Kia Soroneto, placa CDZ 036 PY, o homicídio ocorreu no cruzamento das ruas Carlos Antonio López e Teresa Roa Caballero.

Segundo testemunhas, ocupantes de uma camionete Hillux prata encurralaram a vitima desferindo vários disparos causando a morte instantânea do mesmo.

A polícia local desconfia que ambos os crimes tenham ligação.

O caso está sendo investigado.

Travesti é morta com 17 facadas por grupo de oito pessoas

Disputa por vaga para prostituição teria motivado crime

Nelida Beatriz

Foto: Osvaldo Duarte-94FM
Marciano Ferreira dos Reis, 40 anos, vulgo “Paola” foi morta a facadas na madrugada desta quarta-feira (22).

O crime aconteceu na ria Joao Candido do Câmara na área central da grande Dourados por volta da 01h30min, o fato teria envolvimento de oito travestis que estariam disputando ponto de prostituição na área.

Testemunhas que acompanhavam a vítima disseram que duas travestis de nome Kimberly e Raine, chamaram Paola pra ter uma conversa em particular, no entanto as duas estavam acompanhadas por um grupo de outras 6 travestis que portavam facas e até barra de ferro.

A vítima, no entanto afastou-se para tal conversa onde foi atacada pelo grupo que deferiu 17 facadas, das quais 14 foram nas costas e três no pescoço, além das facadas a vitima teve traumatismo por conta das pancadas na cabeça.

Os agressores fugiram num carro fox que os aguardava a alguns metros do local do crime.


Corpo esquartejado é encontrado em sacos de lixo em Ponta Porã

Vítima teria sido raptada por homens fortemente armados

Nelida Beatriz

Foto: Léo Veras, Ponta Porã News
A policia militar de Ponta Porã foi acionada por volta das 06:30h da manhã desta quarta-feira (22) para atender uma denúncia anônima, de que havia um corpo esquartejado distribuído em sacos de lixo, próximo ao aeroporto internacional da cidade.

Equipes da PM se deslocaram até a Rua João Gualberto Cabral, esquina com Amélia, confirmando o fato. A área foi isolada e foram acionadas equipes da perícia para exames.

O corpo foi identificado como Américo Ramirez Chávez de 37 anos, o mesmo estava em sua residência no bairro Jardim Aurora, na cidade de Pedro Juan Caballero acompanhado de sua esposa quando quatro homens fortemente armados e com capuz adentraram até sua casa e o levaram a força durante a madrugada.

Quando o corpo foi encontrado horas depois, familiares do sequestrado fizeram a identificação do mesmo constatando assim que seria Américo Ramirez Chávez.

A polícia investiga se o caso tem ligação com o narcotráfico.

terça-feira, 21 de março de 2017

Homem acusado de matar mulher na presença dos filhos é preso em Sete Quedas MS

Davi Eraldo de Oliveira teria fugido da policia paraguaia

Nelida Beatriz

Foto: Notícias da Hora
Foi preso nesta segunda-feira (20) Davi Eraldo de Oliveira de 26 anos, acusado de ter matado uma mulher de 24, na cidade de Apucarana no Paraná.

O mesmo teria deflagrado dois tiros o que levou a morte de Andrea Alves de Souza de 24 anos, no dia 29 de dezembro do ano passado. O crime aconteceu na presença dos filhos da vitima, um de oitos anos, outro de três e um bebê de oito meses.

O motivo que levou ao crime foi a desconfiança de que Andrea apresentava homens para a ex namorada de Eraldo, no entanto o homem teria pulado o muro, adentrado a residência da vitima onde acabou cometendo o crime de homicídio.

Após três meses sendo procurado, o mesmo foi localizado do lado paraguaio na cidade de Pindoty Porã onde foi abordado pela policia local, o mesmo apresentou-se como Vinicius Alencar Alvão da Silva, morador de Marilândia, do Sul do Paraná.

Após ser solicitada sua documentação, o mesmo teria dito que teria perdido, e fugiu para o lado brasileiro da fronteira, onde policiais da região já teriam sido avisados e iniciaram as buscas.
Após ser identificado como procurado pelo crime o acusado ainda tentou fugir, mas foi encaminhado para a Delegacia de Polícia de Sete Quedas.



Carro com placa adulterada e carregado de drogas é apreendido em rodovia de Rio Brilhante

O veiculo seria produto de furto

Foto: Divulgação PRF
Nelida Beatriz

Duas pessoas foram presas pela Policia Rodoviária Federal (PRF) no ultimo domingo (19) durante fiscalização de rotina.

Um homem de 32 anos acompanhado de uma mulher de 28, foram presos em flagrante transportando 257 quilos de maconha no interior do veiculo, além da droga foi constatado que a placa e documentação do veiculo foram adulteradas, o mesmo está com ordem de busca por roubo.

O homem alegou que buscou a droga na cidade de Ponta Porã fronteira com Paraguai e teria destino ao estado de São Paulo.

Nesta terça na Praça Ary Coelho é palco de várias manifestações culturais

Luta contra o racismo será uma das pautas abordadas

Janaine Mendes

Foto: Internet
A luta do racismo nunca para. A discriminação racial ainda existe no sec. XXI e é preciso fazer com que as pessoas reflitam sobre a condição racista e opressora da sociedade brasileira, por isso a organização  a Coordenadoria de Igualdade Racial, órgãos da Secretaria Municipal de Governo, a Subsecretaria comandará o evento com apresentações culturais e homenagens simbólicas nesta terça as 09:00 na praça Ary Coelho.

De acordo com ativista social, Ângela Vanessa Epifânio, que também se sente homenageada e tem orgulho de ser negra é preciso desmitificar estereótipos combatendo a cultura racista.

A luta pela igualdade social se estende há vários séculos a escala de violência e desigualdade racial tem índice muito grande em Mato grosso do Sul, Ângela luta 24 horas do seu dia para combatê-la com corpo, posicionamento, debate em questão racial, escolas, ONGs, faculdades, com turbantes procurando a valorização da mulher negra.

Na programação está prevista apresentações do projeto social Curumim Pé de Ouro, dos músicos Karol Castanha e Simone, além de grupos de capoeira. O evento se estenderá até o meio dia.

quinta-feira, 16 de março de 2017

Juíza nega pedido de Jarvis Pavão para acompanhar velório de irmão

Advogada de Jarvis Pavão deve recorrer

Nelida Beatriz

Na manhã de quarta feira (15) foi negada a solicitação de liberação do réu Jarvis Pavão para viajar até a cidade onde o seu irmão foi executado na ultima terça feira (14) na cidade de Ponta Porã.

Laura Caruso. Foto: ABC Color
Preso na cidade de Assunção no Paraguai, o réu juntamente com a sua advogada Laura Casuso, apresentaram na manhã de ontem o pedido de liberação e a juíza Yolanda Morel não autorizou a saída de Pavão para assistir ao velório de seu irmão.

Casuso conversou com a imprensa e disse que tal pedido é inadmissível, mencionando que mediante o Art. 126 da Lei 5.162 do código de execução penal estabelece conceder licença para sair da prisão em caso de falecimento ou doença de familiares mais próximos, como pais, filhos, conjugues e irmãos, que são pessoas diretamente ligadas ao detento.

Jarvis Pavão teria dito que em vez de investigarem os acusados pelo assassinato de seu irmão, as autoridades estão mais preocupadas a cuidar dele que já está atrás das grades.

A Advogada ainda diz que insistirá com as autoridades para que deem essa licença para o seu cliente para ir até a cidade onde está o corpo do irmão falecido.

Mulher é executada na fronteira minutos após desembarcar em rodoviária de Ponta Porã

Vitima foi abordada logo que entrou em território paraguaio

Nelida Beatriz

Foto: Amambay Notícias
Uma moradora de Campo Grande, identificada como Elaine Aparecida das Neves de 34 anos, foi alvejada por vários disparos de pistola 9mm na manhã desta quinta-feira (16)

Segundo testemunhas e a Policia Nacional do país vizinho, a vítima cruzava a pé a linha internacional que liga Paraguai e Brasil, quando foi abordada por um casal que transitava de moto, o homem teria executado vários disparos contra a vítima que morreu no local.

Até o momento ninguém foi preso, mas a policia encontrou na mochila da vitima várias mudas de roupas e toalha de uso pessoal, também uma passagem de ônibus onde consta que a vitima embarcou em rodoviária de Campo Grande na madrugada de quarta feira.

A mesma já teria passagem por tráfico de drogas no ano de 2006 e 2010.