quinta-feira, 27 de abril de 2017

Brasileiros presos no Paraguai serão expulsos do país

Nenhum deles tem antecedentes criminais

Nelida Beatriz

Foto: La voz Del Amambay
Cinco brasileiros foram presos na tarde ontem (26) na cidade de Capitan Bado, no Paraguai. Os mesmos teriam invadido um estabelecimento rural localizado na colônia Chacoi, mas após perseguição a polícia nacional conseguiu localizar os cinco suspeitos, identificados como Paulo César Alves Figueira, 49 anos, natural da Bahia, também Edilson Teles Maciel, 27 anos, natural de Brasília, Erivaldo Rosa Mendes, 32 anos, também da Bahia, Fernando Gomes Novaes, 26 anos, este de Sergipe, e Elio Reis Junior de 32 anos morador de Capitan Bado.

Todos estão presos esperando uma segunda ordem do Ministério Público, a princípio os suspeitos serão deportados por não portarem nenhum documento que legalize a estadia no país vizinho.

Também após levantamento de informações com a delegacia da Policia Civil foi constatado que nenhum deles possui antecedentes criminais

Advogado é executado a tiros na fronteira

Tudo indica que tenha sido alvo de vingança

Nelida Beatriz

Fonte: Facebook
O Advogadio Atílio Alfonso Urbieta, de 34 anos foi alvo de dois pistoleiros ocupantes de uma moto na tarde de ontem (26). Os bandidos estavam em uma moto e encurralaram a vítima quando ele descia de seu veículo, em frente a sua casa, no bairro Guarani da cidade de Pedro Juan Caballero, divisa com Ponta Porã.

Atílio era advogado do Ministério Público, o que indica que tenha sido alvo de vingança. Segundo informações, a vítima havia saído do local de trabalho com destino a sua residência. Ele foi alvejado com vários tiros de pistola 9mm morrendo no local. 

terça-feira, 25 de abril de 2017

Policia Federal confronta supostos assaltantes do Proseguir em área rural do Paraná.

Um dos bandidos acabou morrendo a caminho do hospital

Nelida Beatriz

Foto: Ministerio Del Interior
No começo da tarde de ontem (24) a Policia Federal entrou em confronto com um grupo de homens que seguia pela área rural da cidade de Itaipulândia no oeste de Paraná.

A Policia Federal fazia patrulhamento da região quando se deparou com um grupo de homens que seguia sentido Lago Itaipu. Houve atitude suspeita, que resultou na troca de tiros entre policiais e ocupantes do veículo.

Dois dos suspeitos foram mortos no local. Um deles veio a óbito a caminho do hospital e outros dois ficaram feridos e foram presos, segundo a Polícia, o grupo tinha cerca de 12 homens, os demais ocupantes conseguiram fugir.

Houve reforço de policiais Civis e Militares que fizeram ronda pela região e também helicópteros serviram de apoio na busca dos criminosos fugitivos.


Empresário viveu momentos de terror durante assalto

Casal ficou abraçado embaixo da cama enquanto aguardava chegada da polícia

Nelida Beatriz

Foto: ABC Color
O empresário Alejandro Anisimoff relatou nesta segunda-feira (24), os momentos de pânico e terror que passou durante as quatro horas de assalto na empresa Proseguir em Ciudad del Este. Ele estava em sua residência que fica situada bem em frente à empresa alvo dos criminosos.

As explosões causaram danos em sua residência, parte do teto de sua varanda despencou e os vidros estraçalharam com o impacto. “Não sei se sairemos vivos” estas foram as palavras de Alejandro para sua esposa nos momentos de desespero. Os dois se abraçaram embaixo da cama enquanto aguardavam uma segunda ordem da policia.

Ambos estavam assistindo TV quando começaram as explosões. Os dois subiram no segundo andar de seu domicilio e ligaram para a polícia, onde foram recomendados a deitar-se embaixo da cama e não saírem de lá em nenhuma circunstância até a chegada de uma viatura.
 “A minha felicidade era que, nem meus netos e nem filhos estavam no local” disse Alejandro para a imprensa.

Ele também criticou a ação da policia paraguaia, afirmando que “dão prioridade a segurança privada dos políticos ao invés de cuidar da gente que somos alvos de criminosos que estão matando” Esse foi o caso do policial morto durante o ataque, o mesmo fazia a segurança do prédio sozinho.



Fronteira: Mega Assalto seguido de morte aterroriza Ciudad del Este, no Paraguai

Criminosos teriam usado território brasileiro como rota de fuga

Nelida Beatriz

Foto: ABC Color
Na madrugada de segunda-feira (24), a sede da empresa de transporte de valores Proseguir, localizada em cidade de Ciudad del Este, no Paraguai foi alvo de um assalto realizado por criminosos fortemente armados.

O ataque teria envolvimento com o PCC (Primeiro Comando da Capital), mas ainda está sendo investigado, tanto pela polícia paraguaia, como pela polícia brasileira em operação conjunta.
Durante o assalto, Sabino Ramón Benitez, que era membro do Grupo Especial de Operações da Policia (GEO) e fazia a custódia do prédio acabou sendo assassinado. Os assaltantes aguardaram momento que o mesmo entrou em seu veiculo e acabou pegando no sono e o alvejaram com vários tiros culminando em sua morte instantânea.

Segundo levantamento feito pela Policia Nacional do país, o crime durou aproximadamente quatro horas, entre 00h30minh até as 04h30minh, onde um grupo de aproximadamente 50 homens camuflados teria invadido o prédio onde funciona o Proseguir.

Os criminosos isolaram a área abrindo buracos com explosivos por onde teriam retirado à quantidade de notas estipulada em cerca de US$ 40 milhões de dólares. Várias notas foram queimadas durante a fuga, houve troca de tiros com a polícia e os bandidos utilizaram armas de diversos calibres, explosivos e até pregos que os utilizaram como arma arsenal.

Durante o ataque, os criminosos incendiaram vários veículos na região, uma mulher relatou que passava próximo ao local, momento que foi abordada por quatro homens armados que mandaram entregar o seu carro e não olhar para trás, sua identidade se preserva por motivos de represália, mas a mesma alegou que os quatro assaltantes falavam português.

Já na manhã de terça-feira, foram desativados quatro explosivos deixados no local e vários veículos foram abandonados em regiões próximas, contendo armas em seu interior. Um deles foi deixado em território brasileiro com um fuzil ponto 50. Tudo indica que os criminosos tenham usado o Brasil como rota de fuga. 


quinta-feira, 20 de abril de 2017

Homem espalhou vírus do HIV para mais de 10 mulheres

Algumas das vitimas estão grávidas dele

Nelida Beatriz

Foto: Reprodução Internet
Um homem foi preso na ultima terça-feira (18) por ser suspeito de ter contagiado aproximadamente 13 mulheres com HIV (vírus da imunodeficiência humana)
Trata-se de um advogado conhecido da cidade paraguaia. Duas mulheres coincidentemente procuraram a delegacia no mesmo dia para fazer uma denúncia alegando que foram infectadas pelo vírus HIV e que estariam gestantes, também do mesmo homem.

A advogada de uma das vítimas alegou que o caso é considerado de lesão grave, já que o mesmo é portador do vírus e optou por não tomar nenhuma providência de tratamento e sim contaminar não só a uma pessoa, como várias, o que pode levar à 10 anos de cadeia.

Após investigações, o Ministério Público suspeita que pelo menos outras 13 mulheres fossem vítimas do homem, mas apenas 10 se apresentaram para fazer o teste e denunciar o suspeito, as outras três tem receio de levar o caso a diante alegando que foram ameaçadas de morte, assim que as investigações começaram.

O homem teria proposto a todas elas um relacionamento formal, não utilizava nenhuma proteção na hora da relação sexual, e pedia a cada uma delas um filho, essa é a versão dada pelo delegado que está a frente do caso após conversa com as vitimas.

Ainda após levantamento foi constatado que o homem já é pai de outras nove crianças.


terça-feira, 18 de abril de 2017

Exposição fotográfica "Trabalhadores" incentiva prevenção de acidentes no trabalho

Mostra faz parte da programação da campanha Abril Verde e será realizada de 18 a 30 de abril no Shopping Campo Grande

Tainan Gama

 O Shopping Campo Grande sedia, de 18 a 30 de abril, a exposição fotográfica "Trabalhadores", com o objetivo de incentivar a prevenção como melhor forma de evitar mortes no ambiente de trabalho. A ação faz parte da programação da campanha Abril Verde, organizada pelo MPT/MS - Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul com instituições parceiras, dedicada à memória das vítimas de acidentes de trabalho.
A exposição reúne 25 imagens que mostram as condições de trabalho em segmentos com grande incidência de irregularidades relativas à saúde e à segurança do trabalhador. As fotografias tratam de temas como a colheita de cana-de-açúcar, o setor frigorífico, a construção civil, o uso de amianto, a realidade dos vaqueiros nordestinos e o trabalho na indústria do gesso. As obras, de autoria de Geyson Magno, André Esquivel e Walter Firmo, foram extraídas dos livros "Trabalho" e "O Verso dos Trabalhadores", publicados pelo MPT.
Serão realizadas, ainda, atividades de conscientização durante todo o mês de abril, além da exposição fotográfica "Trabalhadores", como fiscalizações e seminário no dia 28 de abril, com extensa programação. Além disso, o prédio do MPT/MS e de instituições parceiras serão iluminados na cor verde, assim como os sites e perfis nas redes sociais dos participantes que fazem alusão à cor temática.
De acordo com informações do MPT/MS, o mês de abril foi escolhido devido ao Dia Mundial da Saúde (7/4) e ao Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho (28/4). No Brasil, a Lei nº 11.121, que criou o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho, foi promulgada em maio de 2005. A ação faz parte das atividades da Coordenadoria Nacional de Defesa do Meio Ambiente de Trabalho (Codemat).
Serviço
·         Exposição Trabalhadores
·         Data: 18 a 30 de abril
·         Local: Hall próximo a Riachuelo, 2º piso
·         Horário: durante o funcionamento do Shopping

Danilo “Japa” Nuha e suas mil utilidades

Até galgar o sucesso, jornalista passou por oito anos entre altos e baixos 

Elaine Silva

Danilo Nuha e suas histórias encantaram alunos
 de comunicação da Universidade Uniderp
Fotos: Thiago Lung
Danilo Nuha foi de operário em fábricas no Japão, limpador de fossa e até traficante. Lutou, cresceu na vida e se tornou assessor do cantor Milton Nascimento. Na noite de ontem (17), retornou a Universidade Uniderp, onde se formou em Jornalismo, para compartilhar suas experiências de vida e divulgar o lançamento de seu livro “Nada Consta” com os acadêmicos de jornalismo e publicidade e propaganda.

Danilo “Japa” Nuha, passou por poucas e boa em sua vida. Foi abandonado em frente a um bar, onde os donos o adotaram, com 16 anos foi para o Japão e trabalhou como operário e limpador de fossas. Durante esse tempo encontrou um livro do Jorge Amado e a partir daí decidiu que queria ser jornalista.

Para alcançar seu objetivo, fez supletivo e chegou à universidade. Quando entrou na sala de aula (ainda com as marcas de graxa das fábricas do Japão) decidiu que o trabalho de operário não servia mais para ele. “Quando cheguei na sala de aula, vi aquela meninas cheirosas, todas arrumadas e eu quando trabalhava lá todo cheio de graxa, falei é aqui que eu quero ficar e para lá não volto mais”, afirma Japa.

Durante seus quatro anos como acadêmico ele batalhou muito, aprendeu inglês sozinho e mesmo tendo ficado cerca de seis meses sem estudar (por falta de condições financeiras) ele não deixou de trabalhar e sempre contou com o apoio de professores.

Alunos compareceram em peso para o bate papo
Recém-formado conseguiu emprego como correspondente na filial da Rede Globo no Japão, porém após um ano, perdeu o emprego e a licença de jornalismo por ter tirado uma foto de um pé de maconha, em sua casa, com o equipamento do jornal. Após ser quase preso voltou para as fábricas, e logo após foi dar aulas de história.

Com todas essas dificuldades ele nunca deixou para trás os livros, foi isso que o salvou de várias enrascadas até mesmo quando voltou para o Brasil e foi morar numa pousada com vários travestis que o assediavam insistentemente, ou quando foi morar num morro do Rio de Janeiro.

Sua história com Milton Nascimento começou quando, para realizar uma entrevista com o cantor, Nuha fez algumas peripécias e convenceu alguns amigos a pagarem cerca de $800 dólares para alugar um quarto próximo ao que o artista estava hospedado. Esse relato e muitos outros, você poderá conhecer melhor no livro “Nada Consta”, lançado na última quinta-feira (13) elogiado por vários jornais, cantores e atores.
Nuha e professor Clayton Sales, do curso de jornalismo

Danilo mostra que driblou as dificuldades e superou tudo. Mesmo a vida lhe impondo alguns obstáculos, após três anos de realizada a entrevista com Milton, ele conseguiu ser o assessor do cantor e construiu uma carreira de sucesso.

Nuha conseguiu o que queria. Seja servindo bebidas para convidados famosos em festas na casa de Milton Nascimento (sem receber nada só para estar entre as estrelas) até auxiliar em gravações de cenas quentes para um programa adulto no canal Multishow ele chegou lá. Quer saber mais? É só comprar o livro.





segunda-feira, 17 de abril de 2017

Vacinação contra gripe já começou e o objetivo é imunizar 90% da população considerada de risco

A novidade é que partir desta edição da campanha, os professores das redes pública e privada passam a fazer parte do público-alvo

Lene Fernandes

Foto: Internet
A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza começou nesta segunda-feira (17) e tem como objetivo é vacinar mais de 54 milhões de pessoas que integram os grupos prioritários, 60 milhões de doses foram adquiridas pelo Ministério da Saúde para a imunização.

A novidade é que partir desta edição da campanha, os professores das redes pública e privada passam a fazer parte do público-alvo. Cerca de 2,3 milhões desses profissionais em todo o País poderão se vacinar contra a gripe nos dias 2 e 3 de maio.

“Pela primeira vez, o Brasil está vacinando os professores contra a influenza. São profissionais que têm contato com dezenas de alunos diariamente, ficando expostos à contaminação”, garante o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

A coordenadora do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde, Carla Domingues, pede à população para que não se vacine em cima da hora. “É importante que todos os grupos definidos busquem esta proteção dentro do prazo preconizado pelo Ministério da Saúde. É preciso que todos estejam devidamente protegidos antes do inverno chegar, já que a vacina precisa de 15 dias para garantir o efeito”, comenta.

O objetivo é vacinar 90% da população considerada de risco. O ano de 2016 foi o primeiro em que este índice ultrapassou 90%, atingindo 93,5% de cobertura vacinal.

Os grupos prioritários são formados por pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), profissionais da área da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas – e os funcionários do sistema prisional.

Portadores de doenças crônicas também devem se vacinar desde que levem documento com foto, cartão SUS ou prontuário e laudo médico atualizado com carimbo e CID, a ser deixado na unidade de saúde.



Veja como será o Cronograma para vacina:


18/04/2017 – Profissionais de saúde e crianças menores de 2 anos;
24/04/2017 – Gestantes, puérperas e menores de 5 anos;
02/05/2017 – Demais grupos;
13/05/2017 – Dia D (somente nas Unidades de Saúde), esse ano não haverá postos volantes para vacinação.

Sendo obrigatório para todos os grupos a apresentação de cartão SUS ou prontuário, documento com foto e cartão de vacina.


Regulamentação da profissão de esteticista será discutida na Comissão de Assuntos Sociais

A regulamentação das profissões de esteticista e cosmetólogo, prevista no Projeto de Lei da Câmara (PLC) 77/2016, será tema de audiência pública na terça-feira (18). A proposta está em análise na Comissão de Assuntos Sociais (CAS). A relatora, senadora Ana Amélia (PP-RS), e a senadora Marta Suplicy (PMDB-SP) são autoras do pedido de audiência

Tainan Gama

Foto: Agência Senado
O projeto, da deputada Soraya Santos (PMDB-RJ), regulamenta as profissões de esteticista, cosmetólogo e técnico em estética. Para os dois primeiros, a regulamentação a ser criada exige do profissional diploma de graduação em curso de nível superior com foco em Estética e Cosmética. O diploma poderá ser expedido por instituição brasileira ou estrangeira, devendo, no último caso, ser revalidado no Brasil. O projeto permite ao profissional continuar exercendo a atividade se já estiver há dois anos na profissão.
Já do técnico em estética será exigido, segundo o projeto, diploma de curso técnico com concentração em estética, expedido por instituição de ensino brasileira ou estrangeira com declaração de equivalência ou revalidação pelo Brasil. O profissional na área há mais de dois anos terá garantia de continuidade de exercício da prática.
Pelo projeto, o profissional esteticista deve cumprir e fazer cumprir as normas relativas à biossegurança e à legislação sanitária, e ele se torna responsável pela segurança de clientes e demais envolvidos no procedimento aplicado. A fiscalização da profissão, segundo a proposta, será definida em regulamento a ser preparado pelo Poder Executivo.
Entre os participantes da audiência pública, estão a presidente do Sindicato dos Empregadores e Profissionais Liberais em Estética e Cosmetologia do Rio de Janeiro, Rosaline Kelly Gomes; a coordenadora do Curso Superior de Tecnologia em Estética e Cosmética da Universidade Feevale, Katia Regina de Lima e Silva Smaniotto; o vice-presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), José Fernando Maia Vinagre, e o vice-presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Sérgio Palma.
A audiência está marcada para 14h de terça, na sala 9 da Ala Senador Alexandre Costa.


Campanha de imunização contra a influenza começa hoje

A meta do Ministério da Saúde é imunizar 90% do grupo prioritário

Tainan Gama

Foto: Reprodução Internet
A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza vai começar hoje, dia 17 de abril, com a imunização dos grupos prioritários, sendo os primeiros os profissionais de saúde e crianças de 6 meses a menores de 2 anos (1 ano, 11 meses e 29 dias).
Para os grupos de gestantes, puérperas e crianças de 2 anos a menores de 5 anos a campanha será no dia 24 de abril. Já no dia 2 de maio, a campanha será aberta para os demais grupos tendo o dia 13 de maio como o dia D de mobilização.
·                Pessoas com 60 anos ou mais de idade;
·                Os professores das escolas públicas e privada.
·                Povos indígenas: toda população indígena, a partir dos seis meses de idade.
·                Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.
·                População privada de liberdade e funcionários do sistema prisional;
·       Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais
Neste ano serão incluídos os profissionais de educação da rede de ensino regular, especial e Educação de Jovens e Adultos (EJA) e superiores das escolas públicas e privadas.
A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde é de imunizar pelo menos 90% da população dos grupos prioritários. Vão ser disponibilizadas para o estado de Mato Grosso do Sul 754.529 doses da vacina.

Grupo prioritário


Além dos profissionais de educação, fazem parte do público-alvo pessoas com 60 anos ou mais, crianças na faixa etária de seis meses a quatro anos, 11 meses e 29 dias de idade, gestantes, mulheres com até 45 dias após o parto, trabalhadores de saúde, povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas, população privada de liberdade e profissionais do sistema prisional.


:

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Impulsionada por mudanças, Santa Casa já inicia demissão de mais de 40 médicos

O motivo das demissões em massa seria a reestruturação do hospital

Lene Fernandes

Foto: Internet
Quanto aos pedidos de mais recursos públicos pela Santa Casa o prefeito Marcos Trad parece irredutível e critica gestão atual. Hoje, o repasse mensal feito pelo município é de R$ 4,7 milhões. A instituição pleiteava reajuste de R$ 3,5 milhões, o que foi negado pela administração municipal.

A Associação Beneficente de Campo Grande (ABCG), mantenedora do hospital, cobrou o pagamento de R$ 14 milhões, referentes ao déficit que o hospital alega ter registrado nos primeiros três meses deste ano. 

O prefeito já deu indícios de que não irá assumir a dívida. Segundo ele, em 2014, durante a gestão do ex-governador André Puccinelli, a administração realizou aporte de R$ 80 milhões para pagar as dívidas do hospital. “Hoje eles já estão com uma dívida de quase R$ 55 milhões”, comenta.

O motivo das demissões seria a restruturação no atendimento da Santa Casa. De acordo com Conselho Municipal de Saúde, os representantes da Associação Beneficente de Campo Grande (ABCG), mantenedora do hospital, apresentaram a medida em reuniões com o Ministério Público Estadual (MPE) e com a Prefeitura de Campo Grande. Médicos já começaram a serem dispensados.

Diante da paralisação de repasses, a Santa Casa teve de restringir atendimentos. Sendo assim, quem assumirá a regulação do hospital será o município, o hospital deixará de atender na modalidade chamada de “portas abertas”, quando o paciente chega ao pronto-socorro, é classificado e, posteriormente, atendido.

 Para Sebastião Arinos presidente do conselho, a justificativa era de que com a regulação de vagas pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) haveria redução dos atendimentos e, como consequência, o quadro clínico poderia ser reduzido. 

Com o novo contrato, pacientes de baixa e média complexidade serão atendidos por servidores do município, que avaliarão se os trabalhos terão continuidade dentro do hospital, ou se ele será encaminhado para um Centro Regional de Saúde (CRS) ou Unidade de Pronto Atendimento (UPA).




Alagoano é preso com maconha em Ponta Porã

Droga teria como destino a cidade de Baurú no interior de São Paulo


Nelida Beatriz

Foto: divulgação PRF
Um homem de 27 anos, natural de Maceió (AL), identificado como Eronildo Gomes, foi preso pela PRF (Policia Rodoviária Federal) na tarde de ontem (11) após abordagem na BR-463 no município de Ponta Porã.

O suspeito disse que saiu de avião de Maceió até Ponta Porã para buscar Parati para o seu tio, com quem tem contato apenas por rede social.

Suspeitando da atitude e nervosismo do motorista, a PRF pediu pra fazer uma vistoria no veículo, onde foi constatado que o mesmo transportava 78 quilos de maconha em fundo falso no porta malas.

Eronildo disse que o carro foi preparado em Ponta Porã e ele teria de levar até Baurú, interior de São Paulo.



Campo-Grandense é preso com drogas na fronteira

Após denúncia, agentes montaram estratégia para surpreender suspeito

Nelida Beatriz

Foto: Divulgação SENAD
Um homem identificado como Luis Fernando da Silva, de 26 anos de idade, foi preso na tarde de ontem (11) por agentes da SENAD (Secretaria Nacional Antidrogas) na cidade de Pedro Juan Caballero, fronteira com Ponta Porã transportando 20 quilos de cocaína em fundo falso de seu veiculo.

Após denúncia que um veículo estaria transitando na região de fronteira com certa quantidade de drogas a ser revendida em cidades brasileiras, agentes montaram estratégias para vigiar região e surpreender o suspeito.

Já no final da tarde, agentes avistaram o veiculo com placa brasileira transitando próxima a região da rodoviária, onde após abordagem do mesmo foi encontrado o equivalente a 20 quilos e 795 gramas de cocaína na picape Fiat Strada de cor preta.

O motorista declarou que o veículo era dele, mas o documento não estava em seu nome.
Suspeito, juntamente com a droga foram encaminhados para a delegacia paraguaia.



terça-feira, 11 de abril de 2017

Médicos afirmam que o hipotireoidismo é um quadro clínico e não uma doença, causado pela diminuição ou falta de alguns hormônios

Esse quadro pode atingir tanto crianças como adultos, especialmente os idosos


Lene Fernandes

“O hipotireoidismo é um quadro clínico, não uma doença, no qual ocorre uma diminuição do funcionamento da tireoide, que é uma glândula localizada no pescoço, cuja função é a produção de hormônios (T3 - tri-iodotironina e T4 tiroxina), eles regulam diversas etapas do nosso metabolismo, regulando as atividades de órgãos importantes, como cérebro, coração, fígado, e rins”, é o que afirma o médico Dr. Jorge Martins.

Segundo ele, isso ocorre em virtude da diminuição ou falta desses hormônios, podendo também ser decorrente de várias doenças na glândula como ausência congênita, deficiência de enzimas importantes para a produção de hormônios, uso de medicamentos que afetam a produção de hormônios, doenças autoimunes, em consequência da retirada cirúrgica da glândula, e em casos raros, como consequência de deficiência de iodo na alimentação.

Esse quadro clínico pode atingir tanto crianças como adultos, especialmente os idosos. Nos casos das crianças, pode-se perceber pelo choro rouco e fraco, prisão de ventre, falta de interação com os pais e meio ambiente, baixa resposta aos estímulos, pele seca e dificuldade no crescimento e desenvolvimento. Nos casos dos bebês, se não diagnosticada até 1 mês de vida, pode ocorrer retardo mental, surdez e baixo peso ou altura.

No caso dos adultos, geralmente apresentam intolerância ao frio, sonolência, prisão de ventre, inchaço nas pálpebras, perda de apetite, ganho de peso, fraqueza muscular, lentidão no raciocínio, entre outros.

Foi o caso de Fernanda Rodrigues, “eu sentia cansaço e sono inexplicáveis. Queria fazer exercícios, mas faltava aquele ânimo”, conta. Por causa da retenção de líquidos, ela se sentia inchada e pesada, e a dieta que fazia parecia não funcionar. 
Na maioria dos casos, o quadro de hipotireoidismo ocorre nas mulheres acima dos 45 anos de idade, onde nessa faixa etária em média 15% das mulheres apresentam esse quadro, enquanto nos homens, o número é de apenas 3%.

Nos idosos é necessário atenção, pelo fato de ser confundido com o envelhecimento fisiológico, já que os sintomas são semelhantes. Até 7% da população idosa pode ser portadora de hipotireoidismo. Sendo assim, é necessário fazer exames de função tireoidiana regularmente após os 40 anos de idade para as mulheres e aos 65 anos para os homens.

Dr. Jorge afirma que o diagnóstico é feito através de exames, dosagens de hormônios tireoidianos e de auto anticorpos no sangue, já que a ultrassonografia apenas complementa esses exames.

O tratamento consiste na reposição hormonal para a tireoide através de medicamentos de baixo custo e acessível a todos, também com distribuição gratuita pelo governo aos que não podem pagar.


segunda-feira, 10 de abril de 2017

Segundo Organização Mundial da Saúde, o câncer de mama já atinge 1 a cada 4 mulheres

O câncer de mama representa o principal tipo de câncer na mulher, mas existem algumas regiões do nosso país que a probabilidade de casos é maior

Lene Fernandes

Foto: Internet
O câncer de mama geralmente apresenta um bom índice de cura, principalmente quando é diagnosticado precocemente. Geralmente o tumor se inicia na mama, pode atingir a axila e até mesmo aparecer em outros órgãos, fato também chamado de metástases. Mas o que determina a forma de tratamento será a extensão do tumor, para isso são indicadas medidas de autocuidado da mama como o autoexame e a mamografia.

Segundo dados da Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer, o câncer de mama é o tipo de câncer mais comum e que mais mata mulheres em todo o mundo (a lista não inclui o câncer de pele não melanoma, que também tem grande número de casos).

Esse é o segundo tipo de tumor maligno mais incidente entre as brasileiras, atrás apenas do câncer de pele não melanoma. Embora sejam considerados raros, o câncer de mama também pode afetar os homens.

Existem diferenças na quantidade de casos da doença nas diferentes regiões do Brasil. O maior número de casos ocorre na região sudeste, seguindo da região sul, centro-oeste, nordeste e em último lugar a região norte.  Estas diferenças provavelmente estão relacionadas ao desenvolvimento e industrialização, pois segundo as pesquisas, quanto maior o desenvolvimento da região maior será o número de casos de câncer de mama. Isso se deve principalmente a uma sociedade industrializada, consumo de alimentos inadequados, excesso de peso e até mesmo o estresse.

O câncer de mama aparece geralmente como uma massa ou palpável, após a identificação esse material é encaminhado para a biópsia a fim de confirmar o diagnóstico. O fato é que nem toda a massa é câncer, porém na presença de uma massa ou tumoração, a mulher deve procurar um profissional capacitado como o ginecologista ou mastologista para diagnósticos mais precisos.

Outros sintomas menos frequentes são o endurecimento mamário, a presença de secreção pelo mamilo com aspecto de água de rocha ou sangue e o aparecimento de gânglios axilares.
O câncer de mama é dividido em quatro estágios, conforme a extensão da doença, que vão do 0 ao 4:
·         Estágio 0: As células cancerosas ainda estão contidas nos ductos, por isso o problema é quase sempre curável;
·         Estágio 1: O tumor está com menos de 2 cm, sem acometimento das glândulas linfáticas da axila;
·         Estágio 3: O nódulo está com mais de 5 cm e pode alcançar estruturas vizinhas, como músculo e pele, assim como as glândulas linfáticas. Mas ainda não há indício de que o câncer se espalhou pelo corpo;
·    Estágio 4: São tumores de qualquer tamanho com metástases e, geralmente, há comprometimento das glândulas linfáticas. No Brasil cerca de 60 a 70% dos casos são diagnosticado nos estágios 3 ou 4.

Os principais fatores de risco para o câncer de mama são histórico familiar, idade, menstruação precoce, menopausa tardia, colesterol alto, obesidade, ausência de gravidez, lesões de risco e tumor de mama anterior.

Para o Dr. Jorge Manaia autoexame a mamografia são as formas mais eficazes de detecção do câncer de mama. “Não se pode prevenir o seu aparecimento, mas é possível fazer o diagnóstico precoce, ou seja, descobrir o problema na fase mais inicial possível. Nesses casos, quando essas lesões são identificadas e com o tratamento, a cura chega a 100%”, garante.