segunda-feira, 21 de maio de 2018

Adesão à greve dos caminhoneiros já chega a 19 mil segundo categoria da paralisação


Greve por alta do diesel chega a MS e caminhoneiros estão espalhados nos postos de combustíveis

Sabrina Rodrigues


Greve geral. Caminhoneiros de todo o país aderiram à paralisação, a maior reivindicação do sindicato é o aumento do diesel. Segundo a categoria já são 19 mil caminhoneiros, em Mato Grosso do Sul parados em postos de combustíveis em pátios de agências de cargas.

Conforme o presidente do Sindicato dos Caminhoneiros (Sindicam/MS) Osni Bellinati a categoria não agüenta mais tantas taxas, pedágios, o valor do combustível semanalmente subindo. “Não podemos aumentar o valor do frete, temos que fazer a manutenção no caminhão periodicamente, temos que fazer as refeições, sabemos que alimentação nas estradas os preços variam muito de região para outra, aí no final do mês não sobra nada para os trabalhadores”, afirmou Osni. 

Repercussão – Segundo informações do G1, nesta segunda a greve impede o tráfego de veículos na Bahia, Ceará, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário