terça-feira, 25 de setembro de 2018

Cruz Vermelha volta atuar na capital

Em parceria com o Shopping Norte Sul, o projeto Cruz Vermelha recebe doações

Matheus Azevedo


Estão sendo aceitas doações de brinquedos
Com pouco mais 10 anos sem nenhuma atividade em Campo Grande, o projeto Cruz Vermelha de Mato Grosso do Sul retoma as suas práticas humanitárias em parceria com o Norte Sul Plaza. A Cruz Vermelha está arrecadando brinquedos, além de estarem cadastrando pessoas que tenham interesse em participar desse projeto solidário. O prazo final para as doações é até o dia 14 de outubro.

O intuito do programa é beneficiar cinco instituições de caridade, além de expor a importância da solidariedade. Para aqueles que têm interesse em doar ou participar do programa, o shopping fica na avenida Presidente Ernesto Geisel, 2300, Jockey Club.

O horário de funcionamento do stand é o mesmo que do shopping e está localizado exclusivamente na Praça de Eventos, no corredor em frente à loja Etna. Para mais informações pelo telefone: (67) 3044-3900 ou pelo site nortesulplaza.com.br.

Cruz Vermelha de Mato Grosso do Sul

O projeto foi fundado aqui no estado no dia 8 de julho de 1983 afim de prestar socorro aqueles que sofreram em catástrofes naturais e precisam de apoio materiais e psicológico. Os voluntários são orientados para atuar em situações de desastres, saúde, primeiros socorros, psicologia e arrecadações de donativos.

sábado, 22 de setembro de 2018

Ansiedade um “contratempo” como se fosse uma catástrofe


264 milhões de pessoas no mundo sofrem com transtornos de ansiedade

Renan Santos

O Brasil tem mais de 9% da população com algum transtorno de ansiedade
O desafio maior de lidar com a ansiedade na atualidade talvez seja dosar essa reação do nosso sistema de defesa interno para fazer uma leitura saudável do entorno, garantindo ao menos que situações ambíguas não causem crises tão agudas e prolongadas a ponto de debilitarem a vida e as relações pessoais.

Segundo informações divulgadas no Fantástico um levantamento sobre depressão publicado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) mostra que 264 milhões de pessoas no mundo sofrem com transtornos de ansiedade. O Brasil tem mais de 9% da população com algum transtorno de ansiedade, ou seja, quase três vezes mais que a média mundial. São mais de 18 milhões de pessoas nessa situação. Os traços da doença podem aparecer em qualquer fase da vida, como na adolescência, período marcado por transições, experiências e complicações.

Em entrevista com o psiquiatra Kleber Meneghel Vargas, ele fala que ansiedade é uma sensação de desconforto, físico e psicológico, onde a pessoa tem uma tendência a sentir uma preocupação constante com o futuro ou com coisas que estão ou não para acontecer, fazendo com que ela não consiga definir o foco disso. “Normalmente as crises vem associadas a sintomas físicos conhecido como angustia, onde a pessoa tem sensação de aperto no peito, mal estar, náuseas, taquicardia e tremor” explica o médico.

O psiquiatra destaca que a ansiedade surge como um fator multifatorial, que existe um componente biológico muito importante que algumas pessoas já tem um funcionamento da área cerebral alterada, podendo estar relacionado a alteração de alguns neuros transmissores.

A ansiedade em si não é uma doença ou um problema, e que no ponto de vista biológico. “Ela até nos protege, nós faz diminuir os riscos, fazendo com que tenhamos cuidados para fazer determinadas coisas, como se preparar para uma prova difícil, teste físico ou uma entrevista de emprego” afirma Kleber.

Os cuidados para o tratamento da ansiedade de modo geral, incluem medidas farmacológicas e não farmacológicas, dependendo da gravidade de cada caso. Em um quadro de ansiedade leve, mudança de hábitos de vida, fazer atividade física aeróbica regular, psicoterapia, evitar estimulante como excesso de cafeína, atividades de lazer, pode ajudar muito.

Nos quadros moderados e graves, além das medidas não farmacológicas, o de uso de medicamentos específicos para tratamento da ansiedade normalmente se utiliza uma classe de medicamentos chamada “antidepressivos”, é muito eficaz para o tratamento da ansiedade.

Portanto para quem nasceu numa época cada vez mais parceira para o bem e para o mal – de toda essa ansiedade, talvez valha como estratégia adotar o “primeiro passo” mais universal já inventado: pense em um problema de cada vez. Pensou e chegou a uma solução? Aplique a solução. Resolvido? Vá para o próximo problema. E leve a vida, ansiosa ou não, em frente.

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Cantinho na Barão é famoso por ter como cargo chefe “pão francês”

Entre os lanches mais pedidos, tem o Ponta de Costela, recheado com costela desfiada, muçarela, abacaxi e rúcula e o tradicional misto quente com requeijão, presunto e queijo

Renan Santos

A lanchonete tem lanches para todos os momentos
Entrar na lanchonete “Tudo no Francês”, na rua Barão do Rio Branco, é ser recebido pelo dono do estabelecimento Rafael Martins, de 28 anos. Apesar de ter uma concorrência visível na região, o local se destaca, por que atende a população com sabores que vão bem desde o café da manhã até o lanche da tarde. São esses atributos que fizeram com que Rafael e sua esposa Vanessa, apostassem em uma lanchonete no centro da cidade que já completou 8 meses.

Além dos lanches quentes e frios, também são preparados bolos caseiros e brownies. A decoração tem um toque sofisticado, onde as louças combinam com as cores estampadas nas paredes, e os quadrinhos remetem o amor pela cozinha e pelo café.

O item mais pedido da casa é o sanduíche “Ponta de Costela”, ele é recheado com 200 gramas de ponta de costela desfiada, queijo muçarela, abacaxi que é justamente para trazer aquele agridoce e rúcula.

O cardápio do local é variado, serve aqueles lanches para quem quer uma boa refeição logo no início da manhã, como o Dogão, Montanha, Omelete de peru, Misto pizza, Filé mignon, e o pão na chapa. O café ainda conta com um pequeno balcão de produtos com doces caseiros e de potes e conservas de pimentas.

Além dos lanches o estabelecimento tem uma promoção diária. O Tudo no Francês fica na rua Barão do Rio Branco, entre a Rui Barbosa e a 13. Funciona de segunda a sexta, das 7h30 às 18 h, e aos sábados das 7h30 às 13h. O café trabalha com entregas nos estabelecimentos vizinhos a eles. Para saber mais ligue (67) 99879-3674.

Quatro pontos de pedágio da BR-163 ficam mais caros

Segundo a concessionária as tarifas nos outros pontos da BR- 163 não sofrerão reajuste 

Sabrina Trentin

O pedágio teve um aumento de R$0,10
Autorizado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) o pedágio em quatro pontos na BR- 163 no Mato Grosso do Sul teve aumento de R$0,10 por eixo do veículo. Os quatro pontos ficam nos municípios de Mundo Novo, Itaquirai, Rio Brilhante e Jaraguari, segundo a concessionária as tarifas nos outros pontos do decorrer da BR- 163 não sofrerão reajuste. 

Para percorrer os 845,5km de extensão da BR-163 até dia 14 de setembro de 2018 o motorista que passava por esses quatro pontos pagava R$ 59,20. Atualmente o motorista do veículo de passeio tem que desembolsar R$ 59,60 o que equivale a 0,7% de acréscimo. 

As melhorias

A CCR MSVIA desde que assumiu a concessão da BR 163 para a duplicação de 150km e restauração de 550km, gastou R$ 1,9 bilhão. Ela também implantou mais de 470 câmeras para monitorar toda a extensão da rodovia, além de 390km de fibra ótica. 


O Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) atendeu uma média diária de 368 eventos, destes quase 15 mil foram atendimentos médicos e outros 174 mil socorro mecânico. Em comparação ao período de 2017 houve uma redução de 70% no número de óbitos. 

Confira na tabela os preços atualizados:


Casa de Grãos de Café aguça paladar de quem passa na frente

A loja oferece várias opções no cardápio, e o diferencial está nos tipos de café

Renan Santos

No cardápio há varias opções de cafés
Para o proprietário Marcelo Okidoi, de 41 anos, o café é uma paixão, ele é fascinado pelos grãos e pelo aroma que eles trazem. Há dois anos, decidiu abrir a casa de grãos no centro da capital em um espaço que chama a atenção por sua decoração rústica, que combina perfeitamente com as louças e os móveis antigos de madeira que dá um charme a mais no espaço.

Para o cardápio de café Marcelo queria várias opções, e encontrou a solução no sul de Minas Gerais. Entre as opções, há o Café da Casa, com grãos selecionados e um sabor marcante, porém mais suave. Tem também o café montanhas do Espirito Santo que é orgânico e tem sabor cítrico, outra opção seria o tradicional Mogiana que é mais adocicado e encorpado.

Outra opção que o cliente tem, é de levar o café moído na hora em um pacote artesanal, e para acompanhar aquele bom cafezinho, são vendidos bolos caseiros e salgados. Além da organização o atendimento dos funcionários se destaca, sempre atenciosos trazendo aquela comodidade que o cliente procura.

A casa de Grãos de Café fica localizada na Rua Rui Barbosa, 2740 entre as ruas Barão do Rio Branco e Dom Aquino. Abre de segunda a sexta-feira das 8h às 17h30 e aos sábados até às 12h.

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Show Pet Brasil: Curso de veterinária da Uniderp participa do evento

Acadêmicos e professores irão oferecer atendimento e instrução aos pets e seus cuidadores

Johnny Gomes


Entrada do evento do ano passado - Reprodução/ Show Pet Brasil
Acontece nesta semana na Feira Central de Campo Grande um evento voltado aos pets e seus criadores, essa é a segunda edição da Show Pet Brasil que começa nesta quinta-feira (13) e vai até sábado (15). A abertura do evento contará com a participação do curso de Medicina Veterinária da Uniderp oferecendo serviços gratuitos à população canina que comparecer ao evento das 18h às 22h.

Os professores do curso de veterinária da Uniderp e acadêmicos estarão dando orientações e avaliações básicas dos animais, caso for constatado algo mais complexo será recomendado o encaminhamento para uma consulta mais completa.

O professor Marcelo Monteiro do curso de veterinária da Uniderp reforça “Doenças mais aparentes como parasitoses serão avaliadas e recomendado o encaminhamento caso necessário, controle sanitário e assuntos de reprodução também serão abordados no evento’’, o professor ainda frisou que não serão dados diagnósticos e laudos, mas sim orientações em relação aos animais.

Serão três dias de evento com atividades variadas a Show Pet Brasil reúne várias atrações para animais de estimação e seus tutores. O primeiro dia contará com encontro de raças e proporcionará o sorteio de um ano de ração de graça, além de uma divertida Gincãona. Além disso, os visitantes poderão conhecer, aproximadamente, 30 expositores com stands voltados para felinos, caninos, répteis, peixes e roedores.

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) também marcará presença todos os dias realizando a feira de adoção. O evento conta com profissionais de medicina veterinária ministrando palestras sobre cuidados com banho e tosa, saúde e qualidade de vida do pet e hematologia veterinária.

O Parque Pet também é uma atração do evento onde acontecera várias atividades como brincadeiras focadas no gasto de energia para deixar o cachorro mais equilibrado

Para aproveitar a programação do evento basta comparecer, das 18h às 23h, no estacionamento da Feira Central, situada na rua 14 de Julho, 3351 – Centro, em Campo Grande. A abertura oficial do evento será nesta quinta-feira, às 20h.

O cronograma completo da feira pode ser encontrado na página do evento Show Pet Brasil no Facebook.

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Briga generalizada entre torcedores marca o último Grenal


Torcedores trocaram pedradas e precisaram ser contidos pela polícia

Sidmar França

Aconteceu no último domingo (9) o maior clássico da Região Sul do Brasil, o Grenal, na Arena Beira Rio. Com ânimos exaltados houve confusão entre os expectadores colorados em vários pontos do Rio Grande do Sul, tudo isso antes do início da partida, mas a confusão foi controlada pela polícia.
De acordo com imprensa local houve ocorrência em quatro pontos do estado, sendo o caso mais grave foi na cidade de Gravatai (RS) com uma briga generalizada em via pública numa parada de ônibus.
A polícia foi acionada e conteve a confusão com gás lacrimogêneo e bombas de efeito moral. Os torcedores que foram detidos e depois de identificados foram suspensos dos próximos jogos das equipes.
O jogo
Em uma partida cheia de emoção o clima no campo foi marcado pelos nove cartões amarelos aplicados pelo árbitro Pericles Bassols, o juiz penalizou os jogadores mais nervosos. O primeiro tempo foi bastante disputado com ambas equipes se centralizando meio de campo não dando espaço para os adversários jogarem.
No segundo tempo o Internacional voltou melhor para jogo, com volume mais ofensivo criando mais oportunidade de gol. O jogador Nico Lopes assumiu o protagonismo do jogo levando time colorado para o ataque.
O gol saiu aos 13 minutos do segundo tempo em uma, jogada área em que Uendel dominou com liberdade na ponta esquerda do ataque fez um cruzamento certeiro na área, entre os zagueiros do grêmio,  aonde surgiu volante Edenilson que se antecipou mergulhou de cabeça para fazer o único gol da partida, para desespero do goleiro Marcelo Grohe do grêmio. O jogo terminou em 1x0 para o internacional que irá enfrentar a Chapecoense no dia 17 de setembro na Arena Condá.

Violência contra a mulher: um fenômeno que precisa ser erradicado


A persistência na violência doméstica no Brasil. Uma lacuna que precisa ser preenchida com ações firmes.


Alexander Vieira


Reprodução/ Internet

Há muito tempo o tema é debatido, comentado, muitas vezes solucionado. Mas o que realmente acontece nos dias atuais para que o número de agressões contra as mulheres cresça desesperadamente? A incidência relevante causa traumas em toda uma comunidade. Onde está erro? Existe um limite que precisa ser quebrado. O mal precisa ser eliminado das famílias brasileiras.
A violência seja ela física, verbal ou psicológica, afeta uma casa, uma família e uma sociedade inteira, e por isso deve ter um respaldo maior como qualquer outro crime. Penas mais severas e de longa duração seriam o suficiente? Sabe-se que aquele que é capaz de constranger, intimidar, ameaçar, pode também matar.
Dados do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) revelam um crescimento de 16% nos casos registrados, o que induz a pensar que o número real é bem maior. Atualmente existem leis punitivas contra crimes como esse, porém há uma persistência drástica no contexto a qual está inserido. Percebe-se que mesmo com tantas ações, as punições ainda não conseguem intimidar os agressores. O desprezo pela classe feminina pressupõe algo inerente à desvalorização da mesma em relação aos militantes do sexo oposto.
Em 2015 foi inaugurada em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, a primeira Casa da Mulher Brasileira. No entanto, de lá pra cá o número de violências chegou a índices alarmantes. Umas das violências mais graves, a física, impera há vários anos nos lares brasileiros. Pessoas descontroladas, famílias desestruturadas, e uma sociedade caótica. Recorrentemente, existem diversos casos em que as vítimas se acanham em denunciar o agressor. Em muitas situações, a vingança desses intimidadores, depois de cumprida a punição, faz com que a vítima se submeta ao silêncio, não permitindo a si mesma o direito de viver em liberdade, longe de barbáries como essa.
O que deve ser contestado:
* A ideia de que mulheres sempre são rivais;
* Que disputam a qualquer custo a atenção dos homens, o cargo na empresa, a coroa de rainha do baile;
* Alfinetadas e a visão deturpada e inconsistente de que “mulher não é amiga de verdade de outra mulher”;
* Não acreditar que juntas são melhores, mais fortes, menos fragilizadas, mais capazes;
* Que a “amante” é a grande vilã do casamento (sendo que o homem também tem poder de escolha);
Sororidade – a mudança
Ações de mulheres para ajudar as mulheres. Sororidade vem no latim sóror, que significa “irmãs”. Este termo pode ser considerado a versão feminina da fraternidade. Consiste no não julgamento prévio entre (e contra) as próprias mulheres. Elas, na maioria das vezes, ajudam a fortalecer estereótipos preconceituosos criados por uma sociedade machista e patriarcal.
Os números em relação à mulheres ainda são alarmantes: 12 mulheres assassinadas, por dia, em média, no Brasil; 4.473 homicídios dolosos aconteceram no país, em 2017; 946 deles, feminicídios; 96.612 mulheres assassinadas entre 1980 e 2011; 41% dos brasileiros (ou 52 milhões de pessoas) conhecem algum homem violento com a parceira
O outro lado
*US$12 trilhões seriam acrescentados ao PIB global com a redução da desigualdade de gênero, em 2025;
* US$ 28 trilhões acrescentados ao PIB, no cenário de potencial máximo das mulheres;
* US$ 410 a US$ 850 bilhões seria o aumento no PIB somente no Brasil.
Por que não acontece?
* Iniciativas, projetos e estudos para a concretização desses fatos ainda são pontuais;
* Estatísticas econômicas não têm dados numéricos confiáveis;
* Ações para o universo feminino não avaliam o retorno os impactos financeiros;
* Pesquisas não avançam por falta de financiamento ou de recursos humanos.
Os avanços nas redes sociais
As buscas pela palavra feminismo, especificamente, cresceram 200% nos últimos dois anos, e a procura de informação sobre machismo cresceu 163%, no período. Feminismo negro é 65% mais procurado hoje do que em 2016.
Portanto, essa cultura a qual vive a sociedade deve ser trabalhada e contestada. Haverá, sim, um índice retrógrado se o tema for trabalhado de maneira ampla e bem planejada, começando com as instituições formadora base, onde casa e escola trabalham juntas.

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Clinica-Escola inicia atendimento aos adolescentes


Serão oferecidos vários tipos de serviços de diagnóstico, realizados por acadêmicos e professores do curso de Odontologia

Johnny Gomes

O Complexo Policlínico Odontológico da Universidade Uniderp situado anexo a unidade matriz da instituição, tem uma estrutura completa na área de para atender a população carente. E nesta semana começaram a ser efetuados os agendamentos para o público adolescente, jovens entre 14 e 19 anos. Nesta fase dos atendimentos serão oferecidos vários tipos de serviços de diagnóstico, realizados por acadêmicos e professores do curso de Odontologia.

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde em 2003, mais de 13% dos adolescentes brasileiros nunca haviam ido ao dentista. O levantamento também constatou que na época 20% da população já havia perdido todos os dentes.

Na busca de melhorar este cenário uma das responsáveis pela disciplina de Clínica Integrada de Atendimento ao Adolescente, professora Terezinha de Jesus Carvalho Ferreira, esclarece que cuidar da dentição na adolescência é essencial para chegar à vida adulta com saúde. "Nessa fase da vida o adolescente passa por transformações na parte de odontologia é o momento em que ele já está com a dentição permanente completa”.

Os cuidados nessa com a arcada dentária nessa fase da vida é fundamental reforça a professora “ Nós ensinamos eles como fazer uma escovação correta, também aconselhamos sobre o uso do fio dental para que esse jovem chegue a fase adulta com todos os dentes saudáveis”. Instruções quanto a saúde bucal, higiene e alimentação também serão repassadas no atendimento.

Para o público interessado as avaliações podem ser marcadas pelo telefone (67) 3348-8151, de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 11h e das 13h30 às 17h. O investimento é baseado em tabela social. A Policlínica de Odontologia da Uniderp está situada na Av. Ricardo Brandão, 900, em Campo Grande.

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Feira Conecta encaminha acadêmicos para o mercado de trabalho

O evento aconteceu nesta quarta-feira na Uniderp

 Johnny Gomes


Nesta quarta-feira (5) a Uniderp realizou a Feira Conecta evento voltado exclusivamente aos acadêmicos da instituição que tem por finalidade fomentar o emprego e encaminhar os acadêmicos ao mercado de trabalho e o Unifolha foi ao evento conferir um pouco do que aconteceu por lá.

A movimentação foi grande durante todo o dia, nos corredores onde a feira acontecia várias salas foram montadas para receber os alunos. Thaylla Martins que faz parte da organização do evento que ressaltou a importância desse tipo de iniciativa e o que era oferecido na feira. “Temos sete empresas oferecendo vagas de empregos e estágios em várias áreas diferentes, os alunos estão sendo encaminhados e em alguns casos já saem daqui com a vaga garantida’’ 

Uma das instituições que estive na feira oferecendo oportunidades é o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) que possui um portal onde os alunos podem fazer um cadastro e ser encaminhado para vagas de estágio, no portal também há uma área voltada a cursos complementares oferecidos gratuitamente pelo CIEE. 

Claudiney Gotardo, consultor comercial do CIEE, dá uma dica para os alunos interessados "temos o programa Saber virtual, onde o aluno pode fazer um curso complementar a sua área de estudo e até mesmo se preparar para uma entrevista de emprego”.

Nathalia Martins, que cursa psicologia na Uniderp, veio até a feira em busca de uma vaga e foi encaminha para um processo seletivo de uma das empresas participantes, ela acredita que esse tipo de ação é muito proveitoso para os alunos. “Esse tipo de iniciativa mostra que a instituição está preocupada em fornecer aos alunos um serviço de qualidade, pois além dos estudos ainda ajuda você a se direcionar no mercado de trabalho’’ 

Foi dito também pela organização do evento que futuramente a ideia é fazer a feira todo início de semestre, para fomentar a empregabilidade que é uma das diretrizes da instituição.