segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Diferenças entre o celular comum e o Smartphone


Veja qual opção se encaixa melhor com o seu perfil e com a sua necessidade

Paulo Cesar Martinez

Reprodução/Internet
No mercado hoje existe uma infinita variedade de possibilidades quando se trata de telefonia móvel. Mas qual opção se encaixa melhor com o seu perfil e com a sua necessidade. Um especialista em tecnologia e informática, Matheus Valério, conta sobre as diferenças entre os Smartphones e o aparelho de celular comum.

Matheus explica que o Smartphone consegue trazer mais recursos, como fotos, gravações de vídeos e o acesso à internet, tudo isso é indispensável para muitas pessoas. Já o aparelho de celular comum é mais limitado, o mesmo atende mais a necessidades básicas como ligações e SMS.

A vantagem de um aparelho de celular comum é a duração de bateria, pois como não tem muitos aplicativos a bateria acaba durando mais e por isso ele pode ser usado por um bom tempo. Já o Smartphone executa muitas funções e pode substituir muitas vezes um notebook, mas a durabilidade de sua bateria é mais baixa devido ao número de funções que executa.

O especialista ainda ressaltou que as através do smartphone as pessoas podem ficar antenado nas notícias.

Gabriela dos Santos, que atende em uma banca de acessórios de celular, disse que a procura de aparelho celular é grande, a jovem atribui essa procura a um novo conceito em relação a tecnologia que as pessoas acabam associando com os celulares. “É difícil passar algum pela loja com um aparelho comum. A maioria tem aparelho digital com sistema androide e IOS”, finalizou a Gabriela.

Sistemas operacionais

Além dos tipos de telefone outro ponto de destaque quando se trata de smartphones é o sistema operacional. Atualmente existem aos menos três tipos de sistemas, o mais comum é o Android que está presente na maioria dos aparelhos, também há o sistema Windows que pode ser encontrado nos aparelhos da Nokia e o IOS que é da Apple portanto encontrado nos Iphones.

Confira no vídeo a entrevista com o especialista em tecnologia e informática, Matheus Valério:


Nenhum comentário:

Postar um comentário