domingo, 5 de maio de 2019

Modelo passa mal em desfile no São Paulo Fashion Week


Ele foi prontamente atendido pela equipe de socorristas

Mayara Fernandes

O último dia de desfile da 47º edição da São Paulo Fashion Week, vai deixar história e gerar debates no mundo da moda. Nos primeiros minutos de apresentação da grife Ocksa, o modelo conhecido como Tales Cotta, de 26 anos, caiu ao mostrar um look do estilista Igor Bastos. Com um espírito performático, ao som de eletrônicos agressivos produzidos pelo DJ Augusto Correa, o tombo do modelo pareceu uma intervenção durante a apresentação.

Mas, no entanto, com tremores e a espuma saindo pela boca, perceberam que não era uma encenação. O modelo estava agonizando e passando mal diante a centenas de pessoas. Com um semblante estático e a pele avermelhada em menos de dois minutos dois bombeiros estavam retirando o modelo da passarela e tentando reanima-lo. 

Ainda com vida o modelo foi socorrido e levado para o Pronto Socorro Municipal da Lapa. E as 19h, desse sábado, a empresa que organiza o maior evento de moda do Brasil, noticiou a todos os participantes e marcas do evento que o modelo não havia suportado e tinha vindo a óbito.
Em entrevista, amigos e jornalistas do modelo informaram que ele estava bem antes do ocorrido. Mas não havia comido, pois era vegetariano e os camarins não tinham esse tipo de suporte.

Com o falecimento do modelo, organizadores se limitaram a dizer que o jovem “foi prontamente atendido pela equipe de socorristas e em seguida levado ao hospital, mas infelizmente não resistiu”.
Mas tudo parecia normal, organizadores, modelos e participantes do evento, continuaram a programação normalmente. Se não fosse a atmosfera de luto, que tomou conta nos camarins, tudo estaria em uma situação bizarramente normal. O mundo da moda clama por mudanças e por melhorias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário