terça-feira, 8 de novembro de 2016

Manter a higiene bucal ajuda a viver mais

Enquanto a ciência não consegue achar a fórmula da vida eterna, pesquisadores conseguiram descobrir através de uma conta, com quantos anos você vai morrer,  as perguntas vão desde ao que você come ao seus hábitos de higiene

Rayanne Cubel

Foto: Thinkstock
Saber quando morreremos ninguém sabe ao certo, mas algumas mudanças simples no cotidiano podem garantir alguns anos a mais de vidam como, por exemplo, usar o fio dental regularmente, pelo menos é o que Thomas Perls, professor da Universidade de Boston afirma.
O pesquisador criou uma espécie de calculadora que pode ser capaz de conseguir fazer uma estimativa de com quantos anos uma pessoa pode morrer. O cálculo é realizado com perguntas sobre como é o estilo de vida das pessoas, se elas fazem exercícios físicos, se fazem uma dieta saudável e até se usam fio dental.

Em uma pesquisa realizada recentemente pela Universade do Texas foi verificado que pessoas com doenças periodontais estão mais propensas a contraírem infecções via oral por HPV. Por exemplo, o uso do fio dental não previne apenas cáries, mas ajuda a prevenir doenças que podem levar a morte como o câncer de boca, diabetes e até mesmo HPV.

De acordo com o IBGE, cerca de 53% da população brasileira não tem o hábito de fazer a higiene bucal todos os dias. Além disso, a mesma proporção de pessoas que não fazem higiene bucal completa não costuma frequentar algum tipo de dentista anualmente. Vale lembrar que para manter uma vida longa e próspera é necessário manter o cuidado do nosso corpo da cabeça aos pés.

Nenhum comentário:

Postar um comentário