terça-feira, 2 de abril de 2019

Outono a estação mais esperada pelos amantes de temperaturas amenas


Será no Sul do estado onde as maiores quedas de temperaturas serão registradas


Mayara Fernandes


Foto: Waleska Gabrielly Monteiro Cezaretti - Site I Love MS
Com início em 20 de março e o termino em 21 de junho, o outono é a estação que se situa entre o verão e o inverno, é caracterizada pela queda de temperaturas é uma estação para quem não gosta de tanto do calor, mas também não se acostuma com um frio rigoroso, sendo assim a melhor época para curtir as temperaturas amenas.

No hemisfério Sul, árvores perdem as folhas, os ipês florescem e as manhãs ficam mais frias. Alguns vegetais entram em estado de dormência e latência ajudando a conservar e manter sua perenidade além disso, outras em menor desenvolvimento buscam a sobrevivência é o que explica Natálio Abrahão Filho, professor e meteorologista da Uniderp.

“Nesta estação os dias começam a ficar mais curtos e as noites mais longas, as temperaturas, com mínimas e máximas antes elevada no verão, começa a se reduzir criando uma sensação de frio pela manhã. O clima fica mais ameno, as temperaturas não sendo tão elevada, mantendo a sensação de quente quanto no verão por conta da umidade relativa que cai mais durante o dia, e ainda não tão frio quanto no inverno” esclarece o meteorologista.

Com a presença do fenômeno El Nino, uma condição de aquecimento na porção leste do Oceano Pacífico Equatorial, indica que algumas ondas de massas frias ganham forças e avançam livremente pelo continente e adentrem pelo Sul do país e com chance de chegar ao sul do Mato Grosso do Sul. Essas ondas continentais provocam temperaturas próximas de geadas. Há chance de que as geadas cheguem a Ponta Porã e o extremo sul, no final do outono.

Com a ausência de massa polar, faz com que as temperaturas máximas do estado, se elevem e com a chegada da massa, de um dia para o outro o frio passa aparecer, portanto, atenção a temperaturas abaixo dos 5ºC entre os dias 10 e 15 de maio até meados de julho, pois possui grandes chances de geadas nas regiões sul, sudoeste, central e sudeste do estado.

“Em resumo as chuvas no Mato Grosso do Sul começam a reduzir-se gradualmente com volumes cada vez menores nas regiões Norte, Leste, Oeste e parte do Sudeste. No Sudoeste e Sul entre Ponta Porã e Mundo Novo as chuvas seguem com poucas estiagens. Deve chover mesmo que ocorra pouco volume, mas pode manter a umidade no solo e no ar mais elevado com alta frequência de névoa e nevoeiros. Na capital, as chuvas podem se reduzir a cada mês, mas não indicando períodos intensos de estiagem com mais de 25 dias” explica o professor.

Então para os amantes da estação e moradores do estado, para se prevenir de chuvas e temperaturas divergentes durante o dia, carreguem consigo um casaco e um guarda-chuva e aproveitem para curtir as temperaturas amenas e as lindas paisagens do nosso estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário